29.4.09

On The Road Again

Amanhã, dia 30.
Mais uma viagem de campo. Destino: Bahia.

Daqui a uma semana eu volto e [talvez] fale alguma coisa sobre.
No momento, a única coisa que relembro sobre esse campo é que, ao mesmo tempo em que estarei aproveitando essa viagem muito boa no Nordeste, também estarei perdendo um evento simplesmente perfeito aqui no Sudeste. hehe [é claro que to falando de Oasis!]

Bom, não se pode ter tudo na vida né?
Como já me cansei de dizer: "Ao menos não vou perder The Verve, porque se fossem eles eu daria adeus à Bahia".
Sem hesitar.

24.4.09

As Coisas Que Deixamos Pra Trás

O tempo passa e a gente muda.
Os anos voam e a vida muda.

Tudo muda, e às vezes, a coisa mais preciosa que temos é a lembrança de algo que já passou por nós e que dificilmente retornará.
Ou você não tem a esperança de que isso retorne.

Mudanças podem ser visualizadas, metaforicamente, numa mudança de casa.
Nos últimos tempos, participei de várias dessas mudanças,
e em todas elas, o passado parece ressurgir em meio à ruptura do presente.
Fotografias, documentos, cartas e anotações de um presente vívido que agora se configura como um passado, muitas vezes distante.

Incrível como guardamos coisas.
Não apenas coisas físicas, mas também lembranças e idéias que já são só passado,
mas que continuam a nos assombrar. Ou a nos alegrar.
Mas não dá pra viver desse passado. E muito menos tentar mudá-lo.

O passado nos molda, não há dúvida.
Mas existe uma tênue linha que separa esse simples molde de uma obsessão, que apenas nos levará a lugar nenhum.
Como todo mundo diz: "o que passou, é passado". Realmente o é.
Mas é um passado, muitas vezes, ainda visível.

Existem coisas que largamos no passado, mesmo sem ter realmente finalizado
por preguiça ou medo do que aquilo poderia se tornar.
Nada fica pra trás por simplesmente esquecermos,
afinal, se esquecemos é porque não foram importantes o suficiente para nós.
As coisas que deixamos pra trás nos marcam, mas mesmo que desejássemos muito não deixá-las,
sabemos que iremos nos separar delas.
Querendo ou não. É uma questão de tempo, e às vezes, nos esquecemos disso.

Bom, pra finalizar essa postagem, sem levar à lugar nenhum... hehe
Vou deixar algumas frases, que achei interessante, sobre o assunto...
xP


"O passado é lição para refletir, não para repetir." [Mário de Andrade]

"Saudade, é ter a certeza que o passado valeu a pena."

"Você está na trilha do sucesso quando pensar no passado sem remorso e pensar no futuro sem medo."

23.4.09

Resposta . . .


Bem mais que o tempo que nós perdemos
Ficou prá trás também o que nos juntou...

Ainda lembro que eu estava lendo
Só prá saber o que você achou
Dos versos que eu fiz,
Ainda espero
Resposta...

Desfaz o vento, o que há por dentro
Desse lugar que ninguém mais pisou...

Você está vendo o que está acontecendo
Nesse caderno sei que ainda estão...

Os versos seus
Tão meus que peço
Nos versos meus
Tão seus que esperem
Que os aceite...

Em paz eu digo que eu sou
O antigo do que vai adiante
Sem mais eu fico onde estou
Prefiro continuar distante...

Bem mais que o tempo que nós perdemos
Ficou prá trás também o que nos juntou...

Ainda lembro que eu estava lendo
Só prá saber o que você achou...

Dos versos seus
Tão meus que peço
Dos versos meus
Tão seus que esperem
Que os aceite...

Em paz eu digo que eu sou
O antigo do que vai adiante
Sem mais eu fico onde estou
Prefiro continuar distante...

Prefiro continuar distante...

13.4.09

On Your Own

The Verve definitivamente é minha companhia de madrugadas de luta para dormir.
Depois de mais de uma hora na tentativa de adormecer, desisto e me deixo levar por Richard Ashcroft e companhia.

Segue abaixo ''On Your Own'', bom, nem preciso comentar.
Se está aqui no blog é porque eu sou fã mesmo!
xD




On Your Own - Solitário


Tell me what you seen?
Diga-me, o que você vê
?
Was it a dream?

Era um sonho?
Was I in it?
Eu estava nele?
Life seemed so obscene

A vida parece tão obscena
Until it's over
Até que acaba

Who knows?
Quem sabe?


All I want is someone who can fill the hole

Tudo que eu quero é alguém que possa preencher o vazio

In the life I know

Na vida que conheço

In between life and death

Entre a vida e a morte
When there's nothing left

Quando não sobrou mais nada
Do you wanna know?
Você quer saber?


You come in on your own

Você chega solitário

And you leave on your own

E você parte solitário

Forget the lovers you've know

Esqueça os amantes que você conheceu
And your friends on the road

E seus amigos no caminho


Tell me if it's true
Diga-me se é verdade
That I need you

Que eu preciso de você
You are changing
Você está mudando
I've seen this road before down on the floor
Já vi essa estrada antes, caído ao chão
It is hurting me
Está me machucando

You come in on your own
Você chega solitário

And you leave on your own

E você parte solitário

Forget the lovers you've know

Esqueça os amantes que você conheceu

And your friends you have told

E os amigos pra quem você contou


Lies
Mentiras
I've got to get rid of this hole inside

Tenho que me libertar de todo esse vazio interior


I'm coming in on my own
Eu continuo indo solitário

9.4.09

Algo Oculto

A vida tem seu próprio modo de nos dizer algo.
Quando reencontramos velhos amigos, achamos coisas perdidas do passado ou mesmo quando algo nos faz mergulhar no baú das memórias, tudo leva à um significado.
Um sentido.


Algo despertou dentro de mim e posso sentir que já não sou o mesmo de antes.

Acho que o destino [ou algo mais] ligou um ''botão'' dentro da minha cabeça.

Não vejo mais as coisas como simples ''coisas'', as pessoas como simples ''indivíduos'' ou os fatos como meros ''acontecimentos''.

Nem sei como explicar, mas o tal ''significado de tudo'', nunca esteve tão próximo de mim.

Não que eu repentinamente tenha me ligado de algo, mas o fato de ''Algo'' existir se mostrou diante de mim.

Confuso
?
Imagine eu.

Sempre fui o cabeça dura que duvidava de tudo e agora começo a ver um significado oculto na tumultuada vida ao meu redor.

Significado que só se mostrará no futuro.

Realmente é confuso. E assustador.


Será que, como dizem, é isso ''crescer''?
Duvido.

Conheço muita gente mais ''crescida'' que eu que não pensa assim, mas vai saber...
Prefiro acreditar que eu esteja ficando sensato em relação à vida.

Algo definitivamente estranho.
Bizarro, como alguns diriam.

Mas, que posso fazer?


Algumas mudanças na vida [ou melhor: muitas] não somos nós que escolhemos.
Só podemos nos adaptar, ou desistir.
E, desistir eu não desisto.

7.4.09

Desregulação

Ao som de 'Bittersweet Symphony' minhas madrugadas parecem menos inúteis do que realmente são.
À luz do celular, uma caligrafia desgarranchada se forma na escuridão reinante do quarto.
A fome bate às duas da manhã, mas não me atrevo a sair do quarto.
Não é hora de comer, pô!
Que coisa mais desregrada! xD

E o sono que não vem. ¬¬

Incrível como a vontade de adormecer só me ocorre em dias úteis e em horário comercial... xD Definitivamente sou um cara desregulado.

4.4.09

Susto

Tão estranho quando olhamos para o espelho esperando ver um rosto
e nos deparamos com outro,
um estranho.
O_o'

1.4.09

Enjoy The Silence

Existem aquelas músicas que mexem com a gente.
Podem até não ser do "nosso tempo", mas toda vez que a escutamos, mexem com a gente de um modo que não pode ser explicado. Parafraseando um amigo meu, tais músicas fazem parte da Trilha Sonora Da Minha Vida.
Creio que essa, muita gente de
ve ter marcada no passado: Enjoy The Silence, do Depeche Mode.
Sem falar que é uma das músicas mais executadas até hoje em milhares de versões remixes e talz, mas nenhuma supera a original. [óbvio!]



Enjoy The Silence - Aprecie O Silêncio

Words like violence, break the silence
Palavras como violência, quebram o silêncio
Come crashing in, into my little world

Vêm destruindo tudo, todo meu pequeno mundo
Painful to me, pierce right through me
Doloroso para mim, perfura através de mim
Can't you understand, oh my little girl

Você não consegue entender, oh minha garotinha

All I ever wanted, all I ever needed
Tudo que eu sempre quis, tudo que sempre precisei
Is here in my arms
Está aqui em meus braços

Words are very unnecessary
Palavras são bem desnecessárias
They can only do harm
Elas podem só fazer mal


Vows are spoken to be broken
Promessas são feitas para serem quebradas
Feelings are intense, words are trivial
Sentimentos são intensos, palavras são insignificantes
Pleasures remain, so does the pain
Prazeres ficam, e a dor também
Words are meaningless and forgettable

Palavras são sem sentido e esquecíveis

All I ever wanted, all I ever needed
Tudo que eu sempre quis, tudo que sempre precisei
Is here in my arms
Está aqui em meus braços
Words are very unnecessary

Palavras são bem desnecessárias
They can only do harm
Elas podem só fazer mal


Enjoy the silence...
Aprecie o silêncio...