31.7.07

Acabou, Mas...

Pois é, acabaram as férias.
Como todo mundo diz: o que é bom dura pouco, e nesse caso, as duas semanas de férias vieram e se foram numa velocidade absurda!
Parece que foi ontem que ansiávamos por essas aguardadas férias... As primeiras férias da faculdade, dá até gosto falar isso... hehehe
E mais do que imediatamente todos rumaram para suas casas e por alguns dias puderam aproveitar um tempo em casa.
É bom rever todas as pessoas com quem já convivemos muito no dia a dia e que agora temos visto cada vez menos.
É meio estranho, eu acho, o número de pessoas que passa pela nossa vida é imenso. E a medida que o tempo vai passando, parece que as pessoas vão se afastando. E não é algo que as pessoas decidem, é algo superior que define essa "separação". Você pode dizer: "Deus" ou o "Destino", isso eu deixo com cada um, cada um acredita no que quer não é mesmo??
Mas o mais incrível é que essa "força" parece sempre dar umas reviravoltas e trazer as pessoas pra dentro e pra fora de sua vida, então ela seria imperfeita?! Na verdade seria uma "teoria do acaso"?!
É difícil, impossível provar se isso é verdade (ou mentira!), ou melhor é esse mistério que faz parte da vida e sem ele... a "vida" não teria sentido (se é que tem algum sentido!).
É isso aí galera, aproveitem a presença de quem faz parte do seu presente, para poder ter uma boa lembrança do passado e poder levar pra sempre no futuro. (!)

18.7.07

O Último Dia

Ontem, meu último dia oficial de não-férias, tive um dia bom, passei praticamente o dia todo na net. Saí pra comer, e resolvi gastar o resto de minhas míseras economias... Tinha que acabar bem o semestre!!
Andei pela rua e cheguei "(in)conscientemente" até o Mac. Digo "(in)conscientemente" demonstrando certo apoio a aversão a esse capitalismo moderno, ao mesmo tempo que curto ir lá também, pô eu também sou humano!!
Ao ler isso certos amigos meus comunistas devem estar querendo me matar (não Cibele!!) hehehehe mas é a verdade, pelo menos a minha verdade.

Hoje, vindo (indo) para minha casa, as nuvens escuras me acompanharam praticamente por toda estrada nos quatro cantos do horizonte. E vim, claro, ouvindo música né...
Minha música pra hoje: O Amanhã dos Detonautas.

"Tudo não passou de um sonho todo tolo
e o consolo é perceber que o amanhã existe
e que eu posso ser feliz sem me entregar

Não vou mudar em vão, pra que mentir?
Se os dias vem e vão, e não me vejo aqui..."

Pois é... mudanças à vista nos quatro horizontes. Mas acho que estou numa fase eufórica atualmente... senão ao invés de "O amanhã", eu colocaria "O dia que não terminou". =P

A propósito, por falar de mudanças e afins, ontem assisti a um filme muito bom que há tempos queria assistir: Closer - Perto Demais (passou ontem no axn). Muito bem o filme... um quarteto realmente fantástico de atores, hehehe (sem querer fazer propaganda =]).
Além da Natalie Portman (que eu sou fã de carteirinha!), o quarteto se completa num "quadrado amoroso" com Jude Law, Julia Roberts e Clive Owen.
Tipo, o filme mostra um lance de mentiras e realcionamentos e coisa e tal, dá pra dar uma lição em qualquer um (não que eu tenha levado uma lição! =P).

É isso ae, com essa recomendação de filme eu acabo por agora.
Abrção galera e curtam bastante as férias!!!

17.7.07

Pensamentos Noturnos

Ontem, como de costume demorei a pegar no sono. Maldita seja essa insônia que me persegue há não sei quanto tempo... E ficar acordado é deixar o pensamento voar...

Olho pro relógio, acho que já era perto de 2horas e nada de dormir.
Lá fora chove.
Pô, primeira semana de férias nos recebe com chuva... nada mais animador.

Da janela do quarto posso ver outros prédios e com alguma surpresa algumas janelas acesas como a minha. De repente não me sinto tão injustiçado, só mais um no mundo... não que isso seja tão melhor, mas já ajuda...

"Aquela noite que eu te conheci, eu acho que nunca vou esquecer", não sei porque me lembrei dessa música. À noite acho que fico mais bobo sei lá... Mas é isso, enquanto estou aqui tentando dormir, deve ter muita gente em alguma festa agora mesmo, gente se encontrando, se conhecendo, ou então muita gente nesse exato momento chorando, ou então pulando de alegria...

É, somos um nada diante do mundo. Como um anime me mostrou uma vez: "Um é tudo, e tudo é Um"... Somos todos partes de um mundo que não seria o mesmo sem nós, mas que não deixaria de ser o mundo se não estivéssemos aqui.

É confuso, como tudo que escrevo aqui, mas talvez alguém entenda...
É só olhar pra si mesmo que podemos ver que tirando aquilo que nos prende ao chão, somos todos iguais... e como um amigo me disse: "se conseguirmos nos livrar do que nos prende, aí então poderemos voar".

13.7.07

EStrAnh@ SaUd@D&


Esse é o lugar no qual tenho passado os últimos seis meses...
Nem parece que já se passou tanto tempo, mas foi.
Há alguns meses atrás parecia que nada ia dar certo... Se adaptar a um outro lugar, com pessoas desconhecidas e novos desafios.
Tinha tudo pra dar errado, como eu pensava mas seis meses já se foram e agora já é hora de férias.
Tudo bem, estávamos cansados mesmo e merecíamos férias sim! Mas só nesses seis meses de convivência já formaram-se alguns elos que ao serem partidos já nos causam saudade.
Saudades daquelas mesmas pessoas que no início duvidamos que seriam capazes de substituir aqueles que deixamos pra trás...
Mas como todos dizem: "a vida é assim mesmo" ou então: "é coisa do destino, ele sabe o que faz"... Será mesmo? Ou será tudo obra do acaso? Como uma simples combinação em um lance de dados?
As mesmas pessoas com quem nos importamos e que se importam conosco parecem que estão sempre indo... é engraçado... triste mas engraçado.
Lembrei de uma frase que uma amiga me mandou certa vez: "aqueles que nos deixam pra trás não vão sós e não nos deixam sós... levam um pouco de nós e deixam um pouco de si mesmos". Deve ser por isso que sentimos saudade, é o "pedaço" dos outros que permaneceu lutando desesperadamente pra se unir por inteiro e consequentemente unir novamente aqueles quese separaram.
Abrçss pra tds...


10.7.07

Pensamentos do Vazio

Pois é, ja faz um tempo que nao venho aqui...
São esses dias de feriados, provas e trabalhos (pra ontem!) que me deixou longe da net... mas agora ja deu um tempo! Finalmente... =P

Nesse feriado aconteceu o que sempre me acontece... esses dias vazios me deixam mais vazios e os pensamentos se ecoam no interior. São nesses dias "vazios", longe da atual correria que me vejo pensando sobre tudo que aconteceu e tem acontecido... Uns pensamentos que surgem do nada, do vazio...

E são nesses momentos que eu tento me colocar em "equilíbrio" (uma coisa meio que impossivel...) e eu acho que ficar de bobeira às vezes é bom, porque até desestressa também (outra coisa meio impossivel pra mim... hehehe), mas não custa tentar.

Sei la, parece que só agora me dei conta que sou eu quem tem que fazer acontecer na minha vida, não dá pra esperar nada de mais ninguém. Mas como diz a música: "Eu nao vim até aqui pra desistir agora"... Se é pra fazer, faz direito porra! (eu vivo falando isso pros outros...).

Sabe, crescer não é fácil mesmo, ou melhor, até que é fácil sim, até imperceptível, mas esse processo nunca é bem vindo...

Mas... depois de tudo acho que dá pra encontrar algo de bom, ou melhor, espero encontrar... =]

Ah e sim, tudo isso que escrevi pode sim ser consequência da recente maioridade nas costas hehehehe, esses pensamentos vindos do vazio interior... se é que é mesmo vazio, ou realmente interior... mas isso é muita filosofia pra um post só... XD

É isso ae galera... abraçao t+