25.2.09

Mal Necessário

Desde meus tempos mais remotos, posso dizer que sempre detestei férias.
Odiava verão, férias, carnaval e afins.
Era uma época monótona de minha vida infante e teen... claro, uma fase.

Hoje, sei apreciar esse momento do terrível ciclo do ano que se repete [óbvio!] ano após ano.
Confesso que aprecio demais a monotonia.
É meio estranho admitir isso hoje, já que em alguns momentos ainda reclamo do tédio, mas tenho mentalizado demais [seria um mantra?] sobre a necessidade de haver esse tempo para a ocorrência do "Nada".
Claro que não aprendi isso do nada! ¬¬ [óbvio! 2!]

Quem me conhece sabe como sou agitado, quando era mais jovem [definitivamente estou velho xP] costumava surtar nos momentos de tédio [mesmo sem saber realmente o que era surtar!]
O tédio sempre foi uma coisa pela qual sempre despreendi muito tempo... quero dizer, sempre dediquei muito tempo ao extermínio do tédio, ou coisa parecida.
E claro, nunca tive sucesso. [óbvio! 3!]

Hoje já compreendo a "razão de ser" do tédio. Compreendo e concordo com sua existência.
Seria como um mal necessário, não?
Nada como dar um "break" da vida, ou das "coisas que acontecem normalmente na vida".
Férias pra mim, agora é isso.
Monotonia, tédio, o "nada" reinando.
[Mas claro, se der pra fazer alguma coisa com a galera, não fico com preguiça! ¬¬]

É. Férias.
Momentos em que aprecio muito toda essa monotonia, curto pra caramba o tédio e sou fã dos momentos em que o "nada" domina.
Os tempos mudam, hein?
xD