21.5.10

Carrossel Desgovernado

Alguém aí já brincou no carrossel?
Gostou?
Imagina sentar num daqueles cavalinhos, esperar o motor do brinquedo ligar e perceber, à cada segundo, que a velocidade está aumentando. E mais.
E mais.

Então, a velocidade começa a tornar-se incômoda.
Os pontos de referência que você reconhecia lá fora, não são mais visíveis.
Você tem de segurar com força no seu cavalinho pra não escorregar e cair.
O motor do brinquedo parece dar novos arranques, anunciando que a velocidade deve aumentar ainda mais.

Os ocupantes dos demais cavalinhos ao seu redor parecem começar a dar sinais de desistência.
Uns se abraçam ao veículo com toda força.
Outros se deixam levar pela velocidade e tombam serenamente.
Enquanto outros se agarram com toda força mas são, agonizantemente, vencidos pela velocidade implacável e são arremessados para fora do brinquedo.

Não sei se alguém consegue ver isso, mas é exatamente assim que eu me sinto, vivendo nessa rotina alucinógena que temos na facul.
São tantas coisas a fazer e deveres a cumprir que TUDO parece girar. Girando como num carrossel.
E em velocidades muito altas.
Deixa-nos sem ar.
Sem movimento. Sem controle.
Atados à rotinas de acontecimentos dos quais não temos controle nenhum.
Um verdadeiro carrossel desgovernado.

Bom mesmo era a época na qual eu só relacionava o movimento de um carrossel com um simples brinquedo pra se ficar girando lenta e inocentemente...

10 comentários:

*Maluh Mah* Marinha Luiza disse...

É exatamente assim que me sinto na faculdade...

Amanda disse...

vivendo nessa rotina alucinógena que temos na facul....

uma descrição quase perfeita

Ianara Fernanda disse...

Como eu queria que a minha vida fosse um carrossel lento. O meu tá numa velocidade quase insuportável. Boa comparação. ;*

Abiodun Akinwole disse...

é complicado^^

abraço0.

Sah Oliveira disse...

do jeito que você falou aí, tenho medo de como será minha rotineira vida de faculdade, daqui a 2 anos :O muito bom o texto.

ana sandim disse...

Ei moço.. sei bem o que vc quis dizer com este texto, acredito que não podia ser melhor a descrição.

Estava junto com vc neste carrossel.. mas fui arremeçada para fora... só pq eu perguntei.. pra que correr tanto..
talvez este seja o segredo.
não querer abraças tudo, vamos deixar as coisas irem por si só.
Agente não é super herói que dá conta de fazer tudo.

se cuida.

Diego Mattos disse...

A rotina da facul é mesmo algo muito incrível...mas que quando nos damos conta, já passou... por anos desejei uma vida tão acelerada... trampo+facul+estágios+casa+vida amorosa=o pó. Sem dúvida, acho que não consegueria viver sem... Gosto de me dedicar a tanto. No fundo, compensa... crescemos e amadurecemos. A vida é tudo isso.
Adorei seu blog e esta na minha lista de preferidos. Gostei do seu perfil tbm. Visita o meu.
www.diegoamattos.blogspot.com

ateh maes... abraços :)

lust girl disse...

Eu adoro surprsa, tempos de rotina, altos e baixos...assim n cansa!

Raquel Candida disse...

Gostei muito do seu blog comenta la no meu.


www.raquelcandida.blogspot.com

Camila Cardozo disse...

nossa, que comparação ein
ainda bem que estou no ensino médio :D hihi