9.11.07

Tomando a frente... ou não.

Indecisão. Essa palavra parece dominar minha vida atualmente.
É, fim de ano chegando e a hora vai ficando escassa pra decidir sobre o curso da faculdade.
Imagino como deve ser bom ter algo na mente, muito claro, no qual se pode focar e seguir caminhando sem ter um anjo e um diabo em cada um dos ombros te deixando cheio de dúvidas sobre o que fazer...
E não adianta fingir displicência, nem dizer que não está nem aí... Dizem que pesar prós e contras antes de decidir algo é bom, mas acho que eu não sei "pesar" direito ou então a tal "balança" deve estar quebrada...
Tomar decisões parece ser meu ponto fraco, meu calcanhar de Aquiles. Nunca consigo tomar uma decisão bem pensada, só emcima da hora eu faço algo e seja o que deus quiser... É, eu sei que essa é a pior das atitudes, mas algo em mim me impede de agir diferente e isso dá uma tremenda dor na consciência depois.
Como um amigo me disse, eu sou muito passional e tento ser racional. Não é preciso ser gênio pra ver que é: A + B = Missão Impossível.
De tempos em tempos parece que a minha cabeça desliga por dentro toda a "razão aparente" e o que sobra é uma "emoção irracional", que só quer saber de si próprio e que trata todos os outros como nada... Ou então sobra apenas uma "melancolia sem-razão" que parece me puxar pra baixo de tudo.
E é essa inconstância que me derruba sempre, não controlo minha mente, não controlo minha vida... é mais ou menos isso... xD
Tá, vamos parar de escrever agora =P
...