23.9.09

Espelhos e Cortinas

Sorrisos enviesados e falas sem graça.
Que me fazem sorrir de volta enquanto, bobamente, complemento com palavras tão tolas ao nível do meu humor infante atual.

O meu olhar me trai, minha postura me trai, minhas palavras me traem.
Na real, uma traição que até admiro nas circunstâncias.
Apesar que não tenho lembranças de ter atacado tal coisa em momento algum.
Se me olhasse num espelho, riria de mim mesmo.
Com certeza.

Que faço eu se sou tão tolo a ponto de me deixar levar por qualquer brisa de sentimento?
Quando me lembro de resistir bravamente quando um furacão de emoções se aproximava?
Enfim, os ventos mudam de direção e as pessoas mudam de opinião.

As almas que nos rodeiam às vezes estão escondidas por espelhos resistentes ou suaves cortinas que se abrem com um leve toque do vento.
Cabe a cada um de nós tentar enxergar além de tais espelhos e cortinas, cada um sempre sabe o que vale a pena em uma alma que se cruza o caminho.
E em uma das várias almas que passam pela sua vida, pode ter um amigo.
Ou algo mais.

4 comentários:

Amanda disse...

O meu olhar me trai, minha postura me trai, minhas palavras me traem.



a verdade mais verdadeira q já li....eu axo

ana sandim disse...

eu poderia dizer 'suas palavras me atraem' , cada vez mais leio seus textos.. e sempre tão bem escritos.. nossa queria ser assim... escrever tão bem quanto vc . adorei.. e hoje. só suas palavras me atraem.

ƒℓą√!ø disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ƒℓą√!ø disse...

Que textículo emo... ¬¬

huahuauhua Arranquei um milionésimo de indignação de você ou um segundo de apatia? Indiferença basta. hehe

Brinks - odeio essa palavreta-; quando a gente se cruza não costuma falar sério, mas dá pra sacar esse tipo de coisa em todos as traições que sua língua corporal delata. Sim.

p.s.: escrevi o comentário de antes um pouco rápido e acabei registrando erros bestas de português. E há quem diga que perfeccionismo não é um defeito. Tolos.